Make your own free website on Tripod.com
Penso em você



E bem verdade que não sou mais...
quem costumava ser,
não tenho mais ...
o mesmo apego à solidão,
o vazio companheiro o qual dividia,
o mesmo tempo comigo,
a certeza de estar sempre
como corpo único e indiferente.

E bem verdade era,
a indivisível e atormentadora
sensação de incerteza,
procurando sempre saber...
se era realmente só,
ou se estava à sós momentâneamente
numa situação efêmera...


 
Não minto quando digo que,
costumo estar hoje
sempre acompanhado de tí,
Ainda sinto minha companheira solidão
rondar quando você se distancia,
por um lapso qualquer, mas sei...
que não divido mais minha vida com
a incerteza, somos um corpo só,
Tenho você dentro de mim...
essa é a verdade.
 


Quer conversar?